O que fazer no Sul da Bahia por Desviantes
29/08/2018

O que fazer no Sul da Bahia por Desviantes

Foto da Capa: MTur Destinos


Pôr-do-sol no Forte – Morro de São Paulo

A Fortaleza de Tapirandú, mais conhecida pelos moradores locais apenas como “Forte”, é uma construção antiga localizada bem na ponta da ilha de Tinharé e que, além de reunir muita história, descortina também uma das vistas mais privilegiadas do Morro de São Paulo e, por isso, é o melhor ponto para assistir ao pôr-do-sol, uma vez que o forte está voltado para o lado do continente – e a paisagem que você irá presenciar é um verdadeiro espetáculo da natureza! Além disso, há inúmeras outras paisagens paradisíacas que você também presenciará no Morro de São Paulo, pois o local parece um paraíso caribenho e, como se isso não bastasse, é um dos únicos destinos brasileiros onde é possível observar as exóticas e espetaculares baleias jubarte, que migram da Antártica para acasalar.


Foto: Mala de Aventuras

Piscinas naturais de Moreré – Boipeba

A visita às piscinas naturais de Moreré, uma pequena vila da ilha de Boipeba, é uma das principais atrações da região e é bem fácil de entender o porquê: suas águas mornas, extremamente cristalinas e repleto dos mais diversos tipos de peixinhos coloridos encanta e deslumbra qualquer um com seu ambiente relaxante e paradisíaco, e é um passeio perfeito para todas as idades. Inclusive, tanto a vila de Moreré quanto a ilha de Boipeba esbanjam simplicidade e tranquilidade e atraem milhares de viajantes e turistas graças ao seu charme rústico e muita beleza natural, sem contar que Moreré possui uma das maiores barreiras de corais de todo o Brasil.


Foto: MTur Destinos

Mergulho na Praia de Taipu de Fora – Península de Maraú

A Península de Maraú, situada entre o Morro de São Paulo e Itacaré, é um verdadeiro refúgio natural com dezenas de praias desertas, piscinas naturais e recifes coralinos, e, portanto, é o destino ideal para renovar as energias em meio a tantas paisagens pitorescas e muita natureza. Mas o que realmente ganha destaque nesse pequeno paraíso baiano é a praia de Taipu de Fora, onde você pode encontrar as mais lindas piscinas naturais da região e até do Brasil – é um fenômeno da natureza extremamente impressionante que ocorre somente quando a maré está baixa e é possível ver os peixes coloridos e os corais que ficam bem expostos.


Foto: Lucianno Nascimento

Passeio das 4 praias – Itacaré

Também conhecida como a trilha das 4 praias rurais de Itacaré, esse passeio é imperdível para quem quer conhecer algumas das praias mais exóticas e selvagens dessa região – sendo elas Itacarezinho, Engenhoca, Camboinha e Havaizinho –, onde você encontra a natureza muito bem preservada, águas muito cristalinas e ainda uma cachoeira ao final da trilha. Uma curiosidade interessante sobre Itacaré é que o destino servia de refúgio aos coronéis durante a época da exploração do cacau e só foi redescoberta 40 anos depois por surfistas que se encantaram com sua beleza natural.


Praia de Engenhoca - Foto: Marinelson Almeida - Traveling through Brazil

Praia de Jeribucaçu – Itacaré

Um dos cartões-postais de Itacaré, a praia de Jeribucaçu é realmente um refúgio natural, onde moradores locais e turistas encontram não só um lugar relaxante como também paradisíaco entre os altos coqueirais, a areia branca e fofa, barracas rústicas para descansar e se deliciar com comidas e bebidas, o rio de mesmo nome que, na maré baixa, forma uma pequena lagoa perfeita para banhos, e um mar cristalino e de ondas fortes, ideais para surfar. Inclusive, Itacaré é um excelente destino para praticar esportes de aventura com muita natureza envolvida e que vão muito além do surfe, pois reúne centenas de atrações para esses tipos de atividades, como dunas e falésias, cachoeiras, rios, vegetação de mata atlântica, entre tantas outras.


Foto: Cecilia Heinen

City tour no centro histórico – Ilhéus

O estado baiano é muito rico em sua cultura e história, e grande parte dela está reunida no impressionante centro histórico de Ilhéus, onde fica concentrado a maioria dos casarões, igrejas, museus e diversas outras construções neoclássicas que remetem à época da exploração do cacau – o passeio é uma verdadeira lição de história unida com paisagens de tirar o fôlego. Além dos atrativos históricos e culturais, Ilhéus também conta com muita beleza natural, como reservas de mata atlântica, praias tranquilas e paradisíacas, pontos perfeitos para surfe e muito mais.


Foto: Denise Mayumi

Fazendas de cacau – Ilhéus

Ilhéus fica situada no que é conhecida como a “Costa do Cacau”, portanto, fica claro que um dos principais e mais famosos produtos da região é o cacau – com isso, um dos passeios mais interessantes (e deliciosos, obviamente) da região é a visita às suas fazendas, onde é possível aprender sobre todo o ciclo desse fruto, desde a plantação e colheita até a produção do chocolate, com direito à degustação! O cacau já foi e ainda é muito importante para o destino, tendo atingido seu auge durante o século 20, quando o produto gerava extrema riqueza para Ilhéus, sendo que é considerado o maior produtor de cacau do Brasil e, antigamente, já foi até mesmo o maior do mundo.


Foto: Viaje na Viagem

Praia do Espelho – Trancoso

Uma praia que é considerada uma das mais bonitas do Brasil não poderia ficar de fora da lista! Emoldurada por um cenário deslumbrante e exótico, com falésias brancas e avermelhadas que cercam um mar de tons azuis e águas tranquilas e muito cristalinas, é um paraíso bucólico escondido entre os povoados de Caraíva e Trancoso que atrai viajantes brasileiros e internacionais graças ao seu charme, beleza e tranquilidade. E o motivo da praia ter ganhado o nome que tem faz dela ainda mais interessante e impressionante: durante a maré baixa, formam-se piscinas naturais tão cristalinas que você poderá ver as cores do céu e das falésias refletidas em suas águas.


Foto: Trancoso Consult2011

Passeio de buggy para a Praia de Corumbau – Caraíva

A Praia de Corumbau, ou Ponta do Corumbau, é um dos lugares mais remotos da Bahia e, justamente por isso, mantém preservada toda sua natureza e seu ambiente rústico com aquele mesmo charme de quando costumava ser apenas uma vila de pescadores. No entanto, sua natureza intocada se deve ao difícil acesso à praia – por isso, para chegar até lá, só é possível com veículos como carros 4x4, aviões monomotores ou até mesmo helicópteros, e, então, ou fazer uma caminhada de doze quilômetros ou, de uma maneira bem mais divertida, através do passeio de buggy, que lhe levará até lá em pouco tempo, mas você não precisará perder as lindas paisagens durante o caminho. Desta forma, você poderá passar o dia inteiro nessa incrível e exótica praia, curtindo a tranquilidade em suas areias fofas e brancas e em seu mar calmo e tão cristalino que as águas e o céu parecem um só.


Foto: Pousada Guaratiba Prado Bahia

Cachoeira da Fumaça – Chapada Diamantina

Segunda maior cachoeira do Brasil, com uma queda de quase 350 metros de altura, a Cachoeira da Fumaça é um verdadeiro fenômeno da natureza e poder vê-la de perto, seja pela parte de cima ou de baixo (sendo que pela parte de cima, é necessário fazer uma caminhada de cerca de duas horas; e já pela parte de baixo leva até três dias de trilha), é realmente um espetáculo, principalmente quando as águas jorram com força do paredão e caem dentro do poço abaixo, levantando um grande véu de fumaça – daí a origem do nome. Além dessa impressionante cachoeira, a Chapada Diamantina abriga também milhares de outros atrativos de tirar o fôlego – inclusive, um viajante já passou dois meses ininterruptos visitando as atrações da região e, mesmo sem repetir nenhum passeio, não conseguiu conhecer todas elas.

Flavio Nodomi

Praticante de mergulho autônomo, trekking e escalada. Amante de fotografia, viagem e natureza, já viajou para diversos países e cidades brasileiras registrando em fotos alguns dos cenários naturais mais bonitos do mundo.