Por que conhecer as Serras Gerais junto com o Jalapão?
22/01/2018

Por que conhecer as Serras Gerais junto com o Jalapão?

Foto de Capa: I Will Go

Quase todo mundo já conhece ou já ouviu falar no Jalapão – é um dos destinos mais exóticos e abundantes em paisagens naturais do Brasil, e principalmente com o destaque que vem ganhando por causa da novela da Globo, muitos turistas estão procurando pacotes de viagens para explorar esse lindo lugar. No entanto, o que poucos sabem é que, pertinho do Jalapão, existe uma região que também é lar de dezenas de outros incríveis atrativos da natureza que valem muito a pena conhecer: as Serras Gerais. E o melhor disso é que, além de ter a oportunidade de visitar dois belíssimos destinos em uma única viagem, o pacote que une as Serras Gerais e o Jalapão tem mais tempo de duração para que você não perca de ver tudo que essas duas regiões tem de melhor para oferecer!


16 horas para fazer o roteiro completo: Palmas x Serras Gerais x Jalapão x Palmas

Para entender um pouco mais sobre as Serras Gerais, trata-se da maior cadeia de serras do país. Só no Tocantins, ela se estende por até oito municípios tocantinenses, sendo alguns dos principais deles Natividade, Aurora do Tocantins, Almas e Dianópolis, que abrigam um cenário bastante diversificado e impressionante formado por cachoeiras, praias fluviais, rios, cavernas, grutas, cânions, mirantes e uma riquíssima fauna e flora. Além de suas paisagens naturais, há ainda muitos atrativos culturais e históricos para conhecer por lá, pois é essa a região que guarda toda a cultura popular de Tocantins e preserva suas tradições com sua arquitetura colonial e as festas folclóricas e religiosas, que surgiram com a era do ciclo do ouro e o colonialismo.

Abaixo, nós listamos os principais motivos do porquê você não pode deixar de visitar as Serras Gerais!

1. Pode ser conjugado com o Jalapão
Como já mencionamos, a distância entre as Serras Gerais e o Jalapão é relativamente curta (cerca de quatro horas de viagem de Mateiros até Dianópolis), o que faz valer muito a pena para explorar ainda mais atrações e passeios incríveis. Mas, além disso, é uma ótima maneira de estender a viagem para quem está com mais tempo e quer um pacote mais longo, uma vez que nossos pacotes para o Jalapão costumam ter apenas no máximo cinco dias. Desta forma, unindo ambos os destinos, você poderá fazer uma viagem de até uma semana ou mais.

 Quer conhecer mais sobre o roteiro Jalapão + Serras Gerais? Clique aqui


2. Tem o menor rio do Brasil
O Rio Azuis, localizado às margens da rodovia entre os municípios de Aurora do Tocantins e Taguatinga, é considerado o menor rio do Brasil e da América Latina e o terceiro menor do mundo segundo o Guinness Book, com apenas 147 metros de extensão. Apesar de pequeno em tamanho, é muito grandioso quando se trata de sua beleza – possui águas extremamente cristalinas de tons azul-esverdeados, onde nadam diversos peixinhos, e também vários tipos de pedras em seu solo, formando um cenário deslumbrante e muito convidativo a um banho relaxante.


Foto: I Will Go

3. Tem um cânion com 4 quedas d’água simultâneas
Dono de uma paisagem realmente encantadora e de beleza rara, não é à toa que esse atrativo é conhecido como o Cânion Encantado – de seus paredões rochosos, jorram simultaneamente quatro cascatas de mais de 70 metros de altura, que estão entre as mais altas de Tocantins, formando uma pequena piscina natural e um córrego em sua base. A trilha para chegar até lá, apesar de não ser das mais fáceis – é uma caminhada de mais de duas horas por terra e água – vale muito a pena para presenciar a exuberância desse atrativo.


Foto: Thiago Sá

4. Tem uma lagoa de águas milagrosas
Há uma lenda entre os moradores dessa região que as águas da Lagoa Bonita (ou Lagoa da Serra), além de extremamente cristalinas, são também milagrosas e tem o poder de curar ferimentos, dores e doenças – basta tomar um banho nela que seus sintomas irão desaparecer. Se isso não for motivo suficiente para você querer conhecer essa atração, ver os tons azulados de suas águas claras definitivamente irá lhe deixar com vontade de mergulhar nessa lagoa, que é considerada uma das mais lindas das Serras Gerais.



5. Está cheia de cachoeiras impressionantes
São muitos os atrativos das Serras Gerais, mas entre os principais deles estão suas imponentes cachoeiras, que se espalham por toda a região e apresentam os mais variados tamanhos e características, mas contam com muita beleza e são igualmente impressionantes. O maior exemplo disso é provavelmente a Cachoeira do Registro, localizada no município de Taguatinga, cuja queda de 45 metros de altura forma um pequeno, mas belíssimo e cristalino poço natural em sua base que lhe dará uma vontade imensa de tomar um banho refrescante – mas, infelizmente, não é permitido acessar a parte debaixo da cachoeira por causa da força das águas, mas a vista que se tem da queda é de tirar o fôlego e já faz valer muitíssimo a pena a visita à essa atração.


Foto: Divulgação / Governo do Tocantins

6. Tem mais de 50 cavernas abertas à visitação
Outro atrativo que chama muita atenção e merece destaque são as cavernas e grutas da região – são mais de 50 delas, sendo que a maioria delas está localizada nos municípios de Dianópolis e Aurora do Tocantins. Entre todas essas cavernas, que ficam abertas para visitação, uma das mais famosas e lindas é a gruta que fica no Vale Encantado, na travessia que é feita dentro do Cânion Encantado, pois se parece com um portal com sua imensa rocha cujo buraco foi esculpido pelas águas de uma cascata que se encontra ao final dessa travessia (a Cachoeira da Ré). Entre as formações rochosas da caverna, a cachoeira e a fauna e flora desse local, a paisagem que você verá é simplesmente espetacular.


Foto: Divulgação / Eliezer Neves

7. Revela paisagens pouco comuns
Além das cachoeiras, cavernas e cânions, as Serras Gerais apresenta alguns cenários fora do comum que não se acha em muitos outros lugares, pois são atrativos diferentes e extremamente fascinantes. A Cidade das Pedras, localizada próxima ao município de Almas, é o perfeito exemplo disso – trata-se de formações rochosas que se erguem como torres de arenito de vários tamanhos, semelhante à silhueta de uma cidade que possui altos edifícios de pedra esculpidos pelas ações da natureza ao longo do tempo.


Foto: Thiago Sá

Flavio Nodomi

Praticante de mergulho autônomo, trekking e escalada. Amante de fotografia, viagem e natureza, já viajou para diversos países e cidades brasileiras registrando em fotos alguns dos cenários naturais mais bonito do mundo.