32 pacotes de viagem para Bahia

Selecione o mês
Qual seu destino?
Feriado
Ordenar por

Pacotes de Viagem para a Bahia têm praias, montanhas e muita natureza

A Bahia, com toda sua beleza cênica e abundância de paisagens naturais, já se tornou um dos principais e mais populares destinos do Brasil para o ecoturismo. São mais de mil quilômetros de montanhas, caatinga, cerrados, serras e praias, muitos outros mil quilômetros de parques nacionais de mata atlântica com lagos, cavernas e cachoeiras. Reunimos informações sobre três incríveis destinos para quem quiser conhecer as essas belezas naturais em um viagem para a Bahia.

A Chapada Diamantina é uma extensa e exuberante região de serras que abrange mais de vinte municípios baianos, que abriga tantos atrativos que é literalmente impossível conhecer tudo em apenas um único pacote de viagem de alguns dias, mas podemos lhe garantir que, de qualquer jeito, valerá muito a pena ir para lá para visitar o máximo de atrações da Chapada Diamantina. Seu cenário é formado por imensos paredões e desfiladeiros, cânions, rios e lagos de águas extremamente claras, altas cachoeiras, mais de trinta cavernas e grutas, seu próprio pantanal semiárido com uma flora e fauna típicas da região e até mesmo sítios arqueológicos com pinturas rupestres – por esses e muitos outros motivos é que essa chapada é o lugar ideal para o ecoturismo.

A Península do Maraú fica localizada ao sul da Bahia, entre o Morro de São Paulo e Itacaré, dois grandes destinos de turismo da Bahia, e é considerada um verdadeiro refúgio para qualquer viajante que procura renovar as energias em meio a tantas paisagens pitorescas e muita natureza. São quarenta quilômetros de praias paradisíacas, sendo algumas delas quase desertas e que formam belíssimas piscinas naturais de águas muito cristalinas, repletas de recifes de corais e diversas espécies marinhas, o que as tornam pontos ideais para o mergulho; vegetação de mata atlântica que pode ser vista através das trilhas;

Itacaré, um pequeno paraíso situado ao sul de Salvador, próximo a Ilhéus, costumava servir de refúgio aos coronéis durante a época da exploração do cacau, mas, desde então, foi esquecida e redescoberta (apenas quarenta anos depois) graças ao turismo, uma vez que a região oferece o cenário perfeitp entrar em contato direto com natureza. Hoje, devido ao crescimento desse segmento na cidade, se tornou mais fácil de preservar de maneira mais ordenada todas suas belezas naturais, que, aliás, são um pouco diferentes das paisagens mais conhecidas do estado – por exemplo, em Itacaré, as dunas e falésias predominam, mas existem também muitas cachoeiras, rios, vegetação de mata atlântica e praias virgens e quase desertas.