Quanto de água levar? Otimizando o peso
26/04/2014

Quanto de água levar? Otimizando o peso

Um dos principais pontos quando nos preparamos para fazer trilhas é calcular a quantidade de água que será necessária, principalmente quando são trilhas extensas, como travessias de 3 ou mais dias. Isso porque levar água de mais gera um gasto de energia desnecessário e por outro lado levar água de menos pode levar à desidratação.

Água Limpa Natureza

Antes de fazer os seus cálculos de quanta água levar, fique atento aos seguintes fatos:

  • Em um dia normal, é recomendado que uma pessoa adulta tome em torno de dois litros água. Porém, quando estamos realizando atividades físicas pesadas, a quantidade de água necessária pode praticamente dobrar, ou seja, considere uma média de 3,5 litros por pessoa.
  • A água tem várias utilidades. Calcule a utilização de água para outros fins como: cozinhar, escovar os dentes, limpar ferimentos. Por isso, acrescente uma quantidade extra de água para esses fins.
  • Presença de água no percurso da trilha.  É muito importante ver os pontos em que há bicas de água potável, assim é possível calcular o quanto de água é necessário levar em cada trecho.
  • Necessidade de uma reserva de água. Você conhece a trilha? Podem ocorrer imprevistos? Se há alguma chance das coisas saírem fora dos planos é importante sempre manter uma quantidade extra de água para imprevistos do tipo: informações erradas, bicas secas em certas épocas do ano ou bicas com água imprópria para o consumo.

Se não houver água durante o percurso, não tem jeito, o negócio é levar toda a água necessária e contar com a força das pernas. No entanto, se houver pontos de água durante o percurso, é possível fazer reabastecimentos e obter o máximo de otimização entre peso e hidratação.

Mas nunca conte com água pura. Apesar de ser indicada para consumo por relatos de blogs ou pelos guias da região, sempre existe a chance da água estar contaminada, já que as fezes de animais ou mesmo de pessoas podem contaminar a fonte de água. Como prevenção, uma boa ideia é fazer a purificação da água e evitar uma possível desidratação por diarreia ou vômitos.

Existem dois principais métodos de purificação de água que estão ao nosso alcance durante o próprio percurso:

O primeiro método é o mais conhecido: a fervura da água. O processo de fervura mata grande parte das bactérias e os parasitas. No entanto, tem a desvantagem da necessidade de contar com uma fonte de calor. Para um melhor resultado, mantenha a água em fervura por pelo menos 5 minutos.

Ferver Agua

Como nem sempre temos a opção ou a comodidade de acender uma fogueira/fogareiro para ferver a água, o segundo método é mais simples e prático: utilizar purificadores à base de cloro. O clor in (pastilha) e o hidrosteril (gotas) garantem a esterilização da água. Além disso, em todo o lugar que ele for adicionado, cantil, garrafa pet, a tampa e o local onde você coloca a boca ficam também esterilizados. O método de utilização é bem simples, basta pingar algumas gotas (ver a quantidade sugerida na embalagem) ou colocar uma pastilha na água e esperar por ao menos 30 minutos até que cloro faça efeito. Para garantir o efeito do cloro, você pode deixar o cloro reagir durante a noite

Clor in Purificador

 

Uma alternativa para purificar água é utilizar o LifeSaver, um purificador com o formato de um squeeze que é capaz de filtrar até 6.000 litros de água. Se estiver curioso, escrevemos sobre o purificador LifeSaver aqui no Desviantes. Confere ai!

ica Desviantes:

Conheça as Trilhas oferecidas pelo Desviantes

Trekking e Aventura de São Paulo  CONFIRA AQUI as trilhas disponíveis no Desviantes

Flavio Nodomi

Praticante de mergulho autônomo, trekking e escalada. Amante de fotografia, viagem e natureza, já viajou para diversos países e cidades brasileiras registrando em fotos alguns dos cenários naturais mais bonito do mundo.