Paraty radical – Descubra as aventuras radicais no caminho do Ouro!
10/01/2019

Paraty radical – Descubra as aventuras radicais no caminho do Ouro!

Paraty concentra mostras culturais de artes, a Feira literária Internacional (Flip e Flipinha), o Festival de cinema e de teatro, muitas festas, eventos musicais, além das renomadas fazendas com alambiques e comidas típicas.



O destino é muito procurado por casais em viagens românticas em sofisticados resorts de luxo, ou para viagens com os amigos, em agradáveis e divertidos hostels.

Porém, a melhor opção para aproveitar a natureza exuberante de Paraty é curtir o turismo aventura nessa cidade colonial.



Nesse roteiro apresentamos 10 aventuras radicais para você conhecer no caminho do ouro – aproveite o verão e curta o que a natureza reservou de melhor no litoral sul do estado do Rio de Janeiro.

Dicas importantes:

  • Se você não conhece direito a região ou estiver sozinho, contrate um guia local para auxiliar os trajetos e melhores pontos para realizar as atividades;
  • Mantenha-se hidratado;
  • Use protetor solar fator 50/60;
  • Use repelente;
  • Use roupas e calçados confortáveis, que permitam a prática de exercícios;
  • Use bonés, viseiras, óculos escuros para olhos sensíveis à claridade;
  • Antes de praticar esses esportes, retire acessórios como colar, anéis e brincos.

    Arvorismo


Você sabia que Paraty conta com um parque especializado com 5 tipos de percursos diferentes de arvorismo? Isso mesmo: a arte de atravessar percursos suspensos entre plataformas montadas nas copas das árvores. De maneira estratégica, com cabos de aço e cordas resistentes, tem por objetivo aumentar a dose de aventura dos praticantes. Os obstáculos podem ser naturais ou não; o ponto culminante é a descida por tirolesa. 



Tirolesa

A tirolesa não exige muito esforço físico, é adequada à todas as idades (inclusive crianças à partir dos 10 anos). Trata-se de um cabo de aço de grande espessura e comprimento, atrelado em dois pontos – árvores de um parque, montanhas, vales ou mesmo penhascos. A descida é cheia de emoção pela velocidade que pode alcançar (a velocidade varia de 20 à 40km/h, podendo chegar em alguns casos, a 60km/h). Lugares ideais para a prática desse esporte são as cachoeiras, as montanhas, penhascos e vales.



Rapel

Técnicas verticais consagradas para quem gosta de emoção. No Mirante Boa Vista é o melhor para quem está aprendendo a arte da escalada. Na imensa Pedra da Boa Vista é possível ter uma visão privilegiada do mar, ideal para praticar em dias de sol, com boa visibilidade. 



Canionismo

Como o nome já insinua, esse esporte consiste na exploração de cânions, rios em garganta ou desfiladeiros. Uma caminhada íngreme, para uma descida radical em meio a formações rochosas. Em Paraty, uma das mais procuradas é a do Cânion da Usina, com belezas naturais cinematográficas: as inúmeras cachoeiras, poços, grutas, fendas com águas cristalinas, além da fenomenal vista do mar de Paraty.



Trilhas

Podemos dizer que as trilhas de Paraty são internacionalmente conhecidas – todos os anos turistas internacionais procuram o destino para prática da atividade. Alguns lugares mais interessantes são as trilhas para a Piscina Natural do Cachadaço, em Trindade, a trilha para a selvagem Praia do Sono e a caminhada até a Praia dos Antigos, estas com muitas árvores que cobrem a trilha de subidas e descidas. Uma das melhores praias brasileiras, pois nela não há nenhuma construção próxima – a praia é totalmente isolada, paradisíaca.

Piscina Natural do Cachadaço

O Caminho do Ouro

O turismo histórico de Paraty é intenso – um roteiro repleto de curiosidades históricas é o caminho do ouro: no caminho para a cidade de Cunha-SP, envolto pela Mata Atlântica, com belíssimas cachoeiras, ateliês, alambiques, comida regional e muito mais – procure um guia credenciado e percorra essa trilha cheias de surpresas.



Mergulho com snorkel

O passeio começa com uma trilha guiada pela floresta tropical até as piscinas naturais do Caixa d´Aço, lugar ideal para o mergulho de snorkel. 50 minutos de caminhada pela vila de pescadores, passando por diversas montanhas do Parque Nacional da Bocaina.



Cachoeira do Saco Bravo

Você consegue imaginar uma cachoeira que forma uma piscina natural que deságua no mar? Esse paraíso existe: a Praia do Saco Bravo. Essa é uma trilha de nível pesado com aproximadamente 2 horas subindo e descendo morros. Você chega lá através de uma caminhada a partir da praia do sono, onde você pegará um barco até Ponta Negra (custo médio R$20,00) caso você não se sinta seguro pode contratar um guia (25,00). A vista é perfeita!



Caiaque oceânico

Um dos esportes mais praticados no mundo nos últimos 20 anos, o caiaque oceânico é praticado a partir da Praia do Jabaquara, passando por toda Baía de Paraty, manguezais, ilhas e praias com paradas estratégicas para banhos e mergulhos. Procure um guia especializado que tenha o equipamento a ser usado e possa orientar com segurança diversas faixas etárias e modalidades.



Rafting

Uma descida radical pelas corredeiras do rio Mambucaba, com botes infláveis e equipamentos de segurança. Esse rio se encontra entre os municípios de Paraty e Angra dos Reis, cortando o Parque Nacional da Serra da Bocaina – uma experiência única para quem quer conhecer a Costa Verde. Oferece vista deslumbrante, águas cristalinas, históricas ruinas e paredões de pedra, além de cachoeiras preservadas.



Paraty reserva ainda outras belezas incontáveis para toda a família: as atividades de ecoturismo (birdwatching, preservação de animais em extinção, pesca fly) também são muito procuradas. Uma visita só é muito pouco para conhecer tudo o que Paraty pode oferecer. 



O Hurb valoriza o que é mais importante: você. Conheça outros pacotes de viagem e viva mais histórias.

Silas Barbi

Praticante de trekking, escalada, mergulho livre e profissional de marketing por formação. Acredita em mundo com menos rotina e mais aventura. Suas duas paixões são o Brasil e a Natureza e não é por acaso que o seu principal objetivo de vida é levar as pessoas para conhecer as belezas naturais do Brasil.