10 curiosidades sensacionais sobre o Jalapão
06/11/2018

10 curiosidades sensacionais sobre o Jalapão

1. Já foi mar

A região onde o Jalapão está localizado tem uma origem geológica extremamente antiga e data há milhões e milhões de anos – o que significa que, há muito tempo atrás, ele era mar. Devido às drásticas mudanças climáticas e atmosféricas que o planeta sofreu ao longo dos milênios, o mar foi aos poucos se “afastando” e, consequentemente, moldando novas paisagens que atualmente são algumas das mais impressionantes do Jalapão, como as dunas, os paredões rochosos, os morros etc.



2. O nome vem de uma planta

Um nome bastante apropriado para o que se encontra por essa exuberante região – no caso, natureza de sobra! –, a origem de seu nome vem de uma flor chamada de Jalapa (conhecida também como Jalapa-do-Brasil ou “Chuveirinho”), uma espécie de planta trepadeira nativa que possui propriedades medicinais e terapêuticas.



3. Os fervedouros guardam um mistério

Os fervedouros do Jalapão são algumas de suas atrações mais populares e é fácil de entender o porquê – são pequenas piscinas naturais com águas quentes e transparentes formadas de uma nascente de um rio subterrâneo, o que as torna pontos perfeitos para banhos relaxantes após as caminhadas. Mas isso não é nem o principal motivo pelo qual eles são tão impressionantes – em todos eles, existem gases submersos nas águas, que, devido à uma grande pressão, provocam um fenômeno conhecido como ressurgência que impede que as pessoas afundem. Ou seja, mesmo que você não saiba nadar, poderá curtir tranquilamente um banho e flutuação nos fervedouros sem medo e sem ter que fazer esforço algum!



4. Uma das menores densidades populacionais do Brasil

Não é à toa que o Jalapão ainda é um dos destinos brasileiros mais inexplorados e que sua natureza ainda permaneça tão intacta – além do isolamento de sua localização, a região também possui uma das menores (e há ainda quem diga que é realmente a menor) densidades populacionais de todo o país, com o total de 0,8 pessoas por quilômetro quadrado. Para se ter uma noção, com o tamanho de sua área (que é imensa), é como se houvesse um único habitante por cada quilômetro quadrado, mas este habitante pode não ser necessariamente uma pessoa e, sim, um animal!


Foto: Cassandra Sarmanho

5. É do tamanho do Sergipe

Mesmo tendo pouquíssimos habitantes, o Jalapão é enorme – sua área total equivale a nada mais, nada menos que o tamanho do estado inteiro do Sergipe!


Foto: Korubo

6. O único Safari Camp do Brasil

O Jalapão é o único destino brasileiro onde é possível fazer um “Safari Camp”, uma experiência imperdível e inovadora onde você ficará em total contato com a natureza exuberante da região, com acampamentos em tendas muito confortáveis às margens do Rio Novo (um dos últimos rios de água potável do mundo) e passeios realizados realmente como nos famosos safáris africanos, permitindo que você possa explorar e vivenciar bem de perto tudo de mais incrível que o Jalapão tem a oferecer.


Tendas do Safari Camp à noite

7. Planta de ouro

O Jalapão é feito da natureza mais selvagem e intocada do Brasil e é disso que os moradores locais vivem também – a principal fonte de renda da maioria de suas comunidades é o capim-dourado, conhecida como a “planta de ouro” graças à sua bela cor dourada, que já virou uma grande tradição e é usado para produzir diversos tipos de peças artesanais que vão desde vasos, cestas e peças de decoração até chapéus, brincos e muito mais.



8. Águas cristalinas

O Jalapão é um local de águas abundantes – são inúmeros rios, riachos, poços naturais, cachoeiras e muito mais, mas o fator mais incrível sobre eles é que são tão cristalinos que é possível ver com total clareza seu corpo inteiro debaixo d’água. A razão pela qual suas águas são tão transparentes desta forma se deve pela presença de areia calcária (ou carbonato de cálcio) ao fundo, uma substância que calcifica qualquer sólido que possa existir na água e o “afunda”, permitindo que a água se mantenha sempre limpa e muito clara.



9. Frio e calor ao mesmo tempo

Como o Jalapão possui uma grande amplitude térmica (o que significa que a diferença entre as temperaturas mínima e máxima é igual ou maior a 15°C), é possível curtir muito sol e calor ameno até mesmo no período do inverno, mas apenas durante os dias, pois o friozinho (que é geralmente bem leve) aparece durante as noites. Por isso, é provável que você sinta frio e calor ao mesmo tempo!


Fonte: Climate-Data.org

10. O Fervedouro Bela Vista pode chegar a 35 metros de profundidade

Um dos mais famosos fervedouros do Jalapão é também o maior de todos – com 15 metros de diâmetro e 35 metros de profundidade de águas extremamente cristalinas e incrivelmente azuis, é garantia de um passeio relaxante e imperdível. E, assim como em todos os outros fervedouros, é impossível de afundar, mesmo sendo tão profundo!

Silas Barbi

Praticante de trekking, escalada, mergulho livre e profissional de marketing por formação. Acredita em mundo com menos rotina e mais aventura. Suas duas paixões são o Brasil e a Natureza e não é por acaso que o seu principal objetivo de vida é levar as pessoas para conhecer as belezas naturais do Brasil.