Rota das Emoções o que fazer e pontos turísticos

Para qualquer turista que deseja conhecer os paraísos naturais do Nordeste brasileiro, não há melhor jeito do que com uma viagem pela Rota das Emoções. Esse roteiro integrado inclui diversas cidades de três estados (Maranhão, Ceará e Piauí) e inúmeras atrações e atividades que agradam a todos os gostos, como seus mares de águas cristalinas e perfeitas para a prática de esportes náuticos; as altas dunas de areias douradas, de onde você pode assistir ao pôr-do-sol do topo; as trilhas ecológicas para observar sua rica flora e fauna; e a deliciosa e diversificada gastronomia que apresenta os mais variados sabores de toda essa região, que podem ser conhecidos em cada restaurante durante as paradas da Rota das Emoções.

Esse projeto foi criado pelo Sebrae e o Ministério do Turismo, juntamente com os prestadores de serviços turísticos de Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Jericoacoara, para que viajantes possam conhecer e valorizar um pouco de sua riquíssima cultura e também para terem a oportunidade de visitar todos esses incríveis destinos do Nordeste em uma só viagem. Em 2009, a Rota das Emoções foi, inclusive, considerada o melhor roteiro turístico do Brasil, e, hoje, já ganhou destaque nacional e até internacional.

Em viagens que normalmente duram entre 8 e 12 dias, não vai faltar o que fazer na Rota das Emoções. De dia serão os passeios em paisagens de cair a boca, de noite, serão o conforto dos restaurantes e pousadas da região. O Desviantes tem alguns roteiros na Rota das Emoções já formatados para você curtir o melhor dessa região.

  • O que fazer para se aventurar na Rota das Emoções

    1. Windsurf e kitesurf: Alguns lugares como Barra Grande, no Piauí, e Atins, em Maranhão, já foram considerados alguns dos melhores pontos do mundo para a prática desses esportes náuticos por causa de seus excelentes ventos e das grandes extensões de suas praias de águas planas e pouco profundas. Para quem procura o que fazer e quer sair do tradicional, é bom aproveitar os esportes de vento, essa é uma das melhores regiões do Brasil e há ainda diversas escolas que oferecem equipamentos e dão aulas para iniciantes.

    2. Passeios de buggy e quadriciclo: É possível conhecer a maioria das praias do roteiro através dos passeios de buggy e quadriciclo. Você pode fazer esse tipo de passeio principalmente nos Lençóis Maranhenses e em Jericoacoara, onde você passará por dunas, lagoas, mangues e rios para apreciar as paisagens da região e ainda visitar os moradores em seus pequenos vilarejos.

    3. Dunas: Ao invés de usar os bugues e quadriciclos, você pode ir ao topo das dunas a pé ou até a cavalo – o percurso pode ser um pouco cansativo, mas vale a pena pela vista que terá ao final. Em uma das mais famosas da região, a Duna do Pôr-do-Sol, em Jericoacoara, você ainda poderá assistir o sol se pôr em um incrível espetáculo de um ângulo privilegiado.

    4. Trilhas: Além das trilhas que levam ao topo das dunas, há também as trilhas ecológicas, que são feitas dentro de florestas nativas e de manguezais para que você possa conhecer as flora e fauna locais, e as que levam para algumas das famosas e belas atrações da região, como até o Farol da Preguiça, no parque de Lençóis Maranhenses, e até a Pedra Furada, em Jericoacoara

  • O que fazer para relaxar na Rota das Emoções

    1. Lagoas: Consideradas algumas de suas principais atrações, são inúmeras lagoas espalhadas pela região, onde turistas podem se banhar e admirar a beleza e cores de suas águas, que variam de tons esverdeados para os mais azulados. As principais do roteiro são as lagoas Azul e Bonita, em Lençóis Maranhenses, e a do Paraíso, em Jericoacoara.

    2. Praias: As praias estão também inclusas na lista os principais pontos turísticos da Rota das Emoções – conhecidas por serem algumas das mais paradisíacas do Brasil, são compostas por areias brancas, mares de águas cristalinas e altos coqueiros para proteger os visitantes do sol, que está sempre presente. Algumas das mais belas e famosas da região são as praias de Jericoacoara (ou “vila do Jeri”), a de Camocim, do Preá e a de Tatajuba, todas no estado do Ceará, e a de Caburé, no Maranhão.

    3. Mergulho: Com a quantidade de praias tranquilas e lagoas transparentes, há diversos excelentes pontos na região que oferecem perfeitas condições para a prática de mergulho. O município de Luís Correia, por exemplo, é um ótimo lugar para fazer mergulho, devido às suas águas mornas e claras.

    4. Passeios de barco e lancha: Há diversos tipos de passeios de barco e lancha na Rota das Emoções, alguns que levam pelos mangues, onde você poderá avistar pássaros, répteis e mamíferos pelo percurso; outros que passam por ilhas, como a do Cavalo-Marinho, onde pode-se observar esses animais marinhos de perto; e, entre o passeio mais famoso e procurado da Rota, o que leva pelo santuário ecológico de Delta do Parnaíba para que você possa conhecer suas incríveis paisagens, compostas por espelhos d’água, lagoas, praias, animais silvestres e mangues e dunas.

    5. Artesanato: Nos três estados que fazem parte da Rota, o artesanato é considerado uma atração tão popular quanto suas praias, lagoas e outras paisagens naturais. É possível achar produtos de decoração e acessórios como sandálias, bolsas, cestas, chapéus, entre outros, todos feitos dos mais diversos materiais, como crochê, palha, conchas, fibra de buriti, etc.

    6. Restaurantes: Comer bem será um dos principais lazeres da Rota das Emoções. As opções são variadas, de restaurantes rústicos de comida caseira, até restaurantes de renome internacional. E os pratos também vão desde especialidades de cantinas italianas até comidas típicas feitas à base de peixes e frutos do mar.