OFERTAS BLACK FRIDAY
O Jalapão e a melhor época para ir
01/04/2016

O Jalapão e a melhor época para ir

Por: Isabela Rios

O Brasil possui muitas joias do ecoturismo: parques, serras, chapadas e praias. Além dessas, existe mais uma com ecossistema e paisagens bem diferentes de todas os outras: o Jalapão.

Ao contrário do que você talvez imagine, o Jalapão não possui as mesmas características dos Lençóis Maranhenses, com lagoas e dunas por todos os lados. Esse cenário também existe, mas o Jalapão é muito mais do que isso. A região combina paisagens de cerrado com campos gerais. Explorando a área você encontra rios, piscinas naturais verdes, cachoeiras, dunas e oásis, além da Serra do Espírito Santo, que oferece paisagens com paredões de tirar o fôlego. Interessante? Consulte opções de pacotes para o Jalapão.

Paredões da Serra do Espírito Santo - Foto: Hélia Vannucchi

O que também impressiona é a riqueza da fauna, composta por veados-campeiros, tamanduás-bandeiras, antas, capivaras, lobos-guarás, raposas, gambás, macacos, jacarés, onças, além de cobras (sucuris, cascavéis e jiboias); e a falta de pessoas, pois é possível passar dias no Jalapão sem ver ninguém. A densidade populacional é de 0,8 hab/km².

 

Dunas do Jalapão - Foto: Cassandra Sarmanho

O Jalapão é um conjunto de cinco áreas de conservação e inclui um parque estadual. São 34 mil quilômetros quadrados situados a leste do estado do Tocantins. O destino abrange os municípios de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, São Félix do Tocantins, Lizarda, Rio Sono, Novo Acordo, Santa Tereza do Tocantins, Lagoa do Tocantins e Tio da Conceição, ocupando uma área maior que os estados de Sergipe e Alagoas.  

Mas qual a melhor época para ir ao Jalapão? Por causa de sua localização é possível dizer que não existe melhor época para ir ao Jalapão, pois é possível explorar o destino o ano inteiro, cada temporada com algumas características diferentes. Entre maio e setembro quase não chove, os dias são quentes, as noites frescas e as estradas estão em melhores condições. Setembro é o mês mais quente. Na estação chuvosa, de novembro a março, os dias são mais frescos e as noites mais quentes.

Os feriados e as férias de janeiro e julho são os períodos com mais turistas. Esse maior número de pessoas pode lotar os grupos de passeios, que geralmente são pequenos. Portanto, se eu tivesse que escolher a melhor época para ir ao Jalapão seria fora das chuvas e das datas mais populares para outros visitantes.

Mas mesmo com a maior procura nessas épocas, o Jalapão ainda é pouco visitado em comparação a outro destinos brasileiros. Grande parte do motivo é a dificuldade de acesso ao parque, já que a maioria das estradas não é asfaltada. Por isso, os veículos com tração 4x4 são essenciais para percorrer o solo fofo na seca e lamacento na estação chuvosa.

Foto: Mario Cesar

Como o número de turistas ainda é bem pequeno, as opções de hospedagem no Jalapão são limitadas. Em Ponte Alta e Mateiros existem pousadas bem simples que oferecem água quente e café da manhã. Outra opção é dormir no Safari Camp, com barracas equipadas com camas e outros móveis.

É possível chegar nessas cidades por Palmas, ao norte, ou Brasília, ao sul, e seguir pela estrada até Ponte Alta do Tocantins, porta de entrada do Jalapão. O jeito mais prático de explorar o Jalapão é fechar um pacote de vários dias que inclua saída e retorno até Palmas, transporte e hospedagem em toda a programação. Consulte opções de pacotes para o Jalapão.

 

Fevedouro Bela Vista e Cachoeira do Formiga

 

Dunas do Jalapão / Pôr do Sol com vista para a Serra do Espírito Santo

Isabela Rios

Jornalista com experiência em matérias sobre turismo e esportes no Brasil e no exterior. Apaixonada por aventura, pratica escalada, mergulho, snowboard e qualquer outro esporte que seja na natureza. Entre seus hobbies estão a meditação e a fotografia. Devido a sua profissão e a vontade de conhecer o mundo visitou nove países em 2015.